Posts Tagged ‘Seam’

[JBoss World 2008] O Hibernate Validator me incomoda…

Thursday, February 14th, 2008

JBoss World 2008 - BOFAcabei de participar de um BOF com Emmanuel Bernard, Gavin King, Pete Muir, Max Andersen e mais uma dezena de pessoas.

O assunto era desenvolvimento de aplicações usando Hibernate, Seam e outras coisas mais da Red Hat. Dentre as várias coisas que foram discutidas, falamos sobre o Hibernate Validator.

O Hibernate Validator me incomoda, e é um pouco complicado de explicar o motivo, mas eu vou tentar. Na verdade não é o Validator em sí, mas as suas annotations. Vejamos um exemplo de código traduzido da página Validator. A sintaxe é muito simples e mesmo que você não saiba exatamente como funciona provavelmente conseguirá entender:

public class Endereco {
 
    @NotNull private String rua;
    private String cep;
    private String estado;
 
    @Length(max = 20)
    @NotNull
    private String pais;
 
    @Range(min = -2, max = 50, message = "Andar invalido")
    public int andar;
 
        ...
}

Na minha concepção, quando usamos o Hibernate Validator dessa forma, passamos a ter regras de negócio/validação do objeto fora do seu controle, e essas regras não estão fortemente encapsuladas. A verificação de que um endereço deve ter no máximo 20 caracteres, por exemplo, deveria estar encapsulada dentro de um método que cria/atualiza o endereço, e não numa annotation.

Existe uma discussão muito grande sobre isso. De um lado, os “puristas” acreditam que colocar annotations num objeto de domínio significa acoplar esses objetos à infraestrutura e implementações específicas. Do outro lado, os “práticos” acham que isso não tem o menor problema, que na prática o efeito colateral disso é nulo.

Eu sinceramente fico meio dividido. O que eu sei é que isso de alguma forma me incomoda. Estou acostumado a pensar de um modo “Domain-Driven Design”, e para mim o mais natural e certo seria que essa regra estivesse dentro de algum método.

Se você pensar que sua aplicação pode usar todas essas coisas juntas com esses quilos de annotations (Seam, Hibernate, Validator, Guice, etc, etc), no final você vai ter objetos de domínio altamente acoplados à toda a infraestrutura da aplicação. Pior ainda quando essas annotations tem regras de negócio. Os objetos vão acabar se tornando meros “fantoches” controlados por annotations… Isso definitivamente não parece ser bom.

JBoss World 2008, aí vou eu!

Monday, February 11th, 2008

JBoss World 2008Estou partindo daqui a pouquinho para a JBoss World 2008 em Orlando.

O evento é bem especializado nos produtos da Red Hat, o que me deixa com o pé um pouco atrás (tomara que não seja daqueles eventos ultra-”marketeiros”). Pela agenda do evento, dá pra esperar coisas interessantes.

Espero poder conhecer mais de algumas coisas que já ouví falar bem, como o Drools, Seam e Hibernate Search, além dos velhos conhecidos Hibernate, JBoss Cache, etc. Tem algumas apresentações sobre SOA e performance tuning que também podem ser interessantes.

Durante a semana vou contando aqui no blog o que está tendo de bom por lá.