Archive for the ‘Fun’ Category

Ajude a facilitar a vida dos preguiçosos e ganhe um convite para o Dev in Rio!

Friday, August 28th, 2009

As inscrições para o Dev in Rio estão acabando e é melhor você correr para garantir logo a sua vaga. Caso você seja preguiçoso como eu sou, use esse script do Pyccuracy para automatizar a sua inscrição (e não esqueça de trocar essas informações “fake” pelos dados reais!):

Como um bom desenvolvedor
Eu quero me cadastrar no Dev in Rio
Para que eu possa aprender mais e ser um profissional melhor
 
Cenário 1 - Cadastro no Dev in Rio
Dado que
    Eu navego para "http://devinrio.com.br/inscricoes_bra.php"
Quando
    Eu marco a radio "tipo_participacao"
    E eu clico no elemento "tipo_participacao"
    # ... tem que esperar a página ser carregada :)
    E eu espero por 5 segundos
    E eu vejo que a página atual contém "Login - Novo cadastro"
Então
    # Login
    Eu preencho a caixa de texto "email" com "seu@email.com"
    E eu preencho a caixa de texto "senha" com "senha"
    E eu preencho a caixa de texto "re_senha" com "senha"
    # Dados Pessoais
    E eu preencho a caixa de texto "nome_cracha" com "Pyccuracy da Silva"
    E eu preencho a caixa de texto "empresa_cracha" com "Globo.com"
    E eu preencho a caixa de texto "dd" com "01"
    E eu preencho a caixa de texto "mm" com "01"
    E eu preencho a caixa de texto "aaaa" com "1980"
    E eu preencho a caixa de texto "cpf" com "12345678910"
    E eu preencho a caixa de texto "ddd" com "21"
    E eu preencho a caixa de texto "telefone" com "23452345"
    E eu preencho a caixa de texto "ddd2" com "21"
    E eu preencho a caixa de texto "telefone_celular" com "23452345"
    # Endereço
    E eu preencho a caixa de texto "cep" com "23456789"
    E eu preencho a caixa de texto "endereco" com "Rua de Exemplo"
    E eu preencho a caixa de texto "numero" com "123"
    E eu preencho a caixa de texto "complemento" com "ap 101"
    E eu preencho a caixa de texto "bairro" com "Meu Bairro"
    E eu seleciono o item com texto "Rio de Janeiro" na select "estado"
    # ... tem que esperar o treco carregar os municipios :)
    E eu espero por 5 segundos
    E eu seleciono o item com texto "RIO DE JANEIRO" na select "municipio"
    # Seu perfil - pode colocar qualquer coisa :)
    E eu seleciono o item com valor "Outros" na select "ocupacao"
    E eu seleciono o item com valor "Superior completo" na select "escolaridade"
    E eu seleciono o item com valor "Amigos" na select "conhecimento"
    E eu seleciono o item com valor "Outra" na select "areas_atuacao"
    E eu clico no botão "sis_submitbutton2"
    E eu vejo que a página atual contém "sucesso"
    # E pra terminar, espera um pouquinho pra ver que a inscrição funcionou
    E eu espero por 10 segundos

Depois disso é só rodar com o comando “pyccuracy_console -l pt-br” e pronto, você já está cadastrado! Basta agora acessar o site para efetuar o pagamento com o seu cartão de crédito! :)

E agora, a promoção surpresa!

Ganha uma inscrição como convidado para o Dev in Rio e um kit de brinde da Globo.com (com camiseta, pen drive de 4GB e etc.) o primeiro programador que terminar o que falta do script, ou seja, fazer o pagamento completo por cartão de crédito ou boleto bancário, tanto faz (e antes que algum engraçadinho tente, não vale ninguém que já trabalha com o Pyccuracy aqui na Globo.com, hehe).

Só estará participando da promoção quem enviar os scripts aqui pelos comentários e eu vou seguir a ordem de postagem. O primeiro script que funcionar leva o prêmio!

Divirtam-se! :)

Desbloqueando um iPhone dentro da Apple Store

Saturday, March 21st, 2009

Quem seria tão ousado de desbloquear um iPhone dentro de uma Apple Store?

Se você acha isso impossível, veja nesse vídeo um ato de extrema coragem quando eu, Danilo e Evandro desbloqueamos um iPhone (2G) dentro da Apple Store da Stockton Street em San Francisco/USA!

Era para ser um vídeo anônimo mas como o telefone era novo apareceu no reflexo da tela a minha cara e a do Danilo várias vezes, por isso o vídeo ficou guardado por muito tempo (desde novembro de 2007) porque eu achava que ia dar problema se o publicasse. Porém, se agora tem até empresa que desbloqueia iPhone, acho que o vídeo é inofensivo.

O processo foi muito tenso mas acabou virando uma história daquelas que você conta para os netos! É muito divertido saber que nós desbloqueamos um iPhone em 13 minutos (da caixa lacrada até o telefone desbloqueado no bolso) com uma penca de seguranças em volta, câmeras e usando a rede wi-fi da própria Apple e os computadores da loja para pesquisar informações sobre o anySIM! Hahaha!

Uma história de fracasso com Scrum

Friday, March 13th, 2009

Veja o que pode acontecer quando você usa Scrum mas não é ágil de verdade: :D

Cadê meu Sedex?

Wednesday, March 11th, 2009

Quem usa o serviço de Sedex e encomendas dos Correios sabe como é um saco entrar no site dos Correios para saber onde está sua encomenda. Como eu vendo e compro bastante coisa no Mercado Livre, há alguns anos desenvolvi um widget para Mac OS X que facilita buscar essas informações, mas acabei não usando muito porque não era prático o suficiente.

Na sexta-feira passada conversando com uns amigos tive a idéia de fazer um brincadeira no Twitter que poderia ser uma solução suficientemente prática: você digita no Twitter @cade_meu_sedex SO376590583BR” (usando o número da sua encomenda ao invés do meu, obviamente) e o macaco dos Correios diz pra você qual é o status mais recente disponível no site dos Correios. :)

cade_meu_sedex

Fazendo essa brincadeira acabei desenvolvendo uma API Ruby e de webservices REST para consulta ao site dos correios, que foi batizada com o misterioso nome de “correios-api”. Essa API já está disponível como uma RubyGem e no site do projeto tem instruções para instalação e uso.

Tanto o robô quanto a API foram desenvolvidos em Ruby e os códigos estão no meu Github para quem quiser dar uma olhada. No caso dos webservices foi especialmente ridículos fazê-los usando o Sinatra, que é um framework sensacional e absurdamente simples.

A próxima feature desse projeto será criar métodos para fazer orçamento de encomendas, que foi uma idéia dada pelo pessoal da lista Rails-BR. Se alguém tiver outras idéias ou quiser colaborar seja bem-vindo!

Grand Theft Auto IV + XBox 360 + XBox Live

Wednesday, December 3rd, 2008

Esse post é totalmente fora dos assuntos que costumo falar aqui no meu blog. Se você não quiser continuar a ler, a hora é essa!

Comprei meu XBox 360 em junho desse ano mas até agora não tinha jogado tanto assim. Na verdade o que me motivou a comprar foi o PES 2008, que é o vício do pessoal aqui na Globo. Acabei não jogando muito em casa porque a experiência é totalmente diferente de jogar com a galera torcendo e brigando… Nessa época eu também comprei vários outros jogos, dentre eles o GTA 4, mas eu não jogava muito.

Uns meses depois quando estava em casa me recuperando de uma cirurgia resolví começar a me aventurar na Liberty City e de cara já fiquei espantado. As pessoas falavam mas eu não conseguia ter idéia do que é. O jogo é sem limites! Você pode escolher comer um hambúrguer, ou pegar um táxi e ir jogar boliche, ou roubar um carro e destruir meia cidade. É totalmente diferente de outros jogos que eu sempre joguei como o Diablo 2, que apesar de ser um jogo excelente tem uma gama muito menor de possibilidades. Mesmo se você comparar com outros jogos de 1a. ou 3a. pessoa, o GTA 4 é incrível!

Desde que comecei a jogar com uma galera na Internet na semana passada (@acarlos1000, @fmeyer, @peleteiro, @cv), o jogo que já era animal passou a ser muito muito muito melhor! A experiência online do XBox – o XBox Live – também é um caso a parte. Você cria uma “party” com os seus amigos e fala com eles pelos headsets que se conectam ao controle sem fio. Daí você pode formar uma gangue e jogar contra outras gangues, além de diversos outros modos de jogo. Imagine uma cidade inteira e duas gangues tentando se matar. Você pode decidir se você vai matar seus inimigos com uma pistola, com um lança-mísseis, com um sniper, ou então você pode ser menos previsível e atropelá-los com um táxi, uma lancha ou um helicóptero (isso mesmo, você também pode roubar helicópteros).

Calma, eu não sou nenhum psicopata e não tenho vontade de matar ou destruir tudo que eu vejo pela minha frente (normalmente). O fato é que a quantidade de opções do jogo é fantástica, e isso sem contar com os gráficos que não deixam nem um pouco a desejar. Os cenários também são excelentes e muito realistas. Você pode voar, nadar, entrar em alguns prédios, fábricas, jardins, torres e muito mais. A Rockstar Games levou 4 anos para contruir o jogo mas fez uma obra de arte!

Apesar do Wii ter sido o grande responsável por resgatar minha vontade de jogar video game novamente, o XBox 360 é o que há!

Dijkstra is Watching

Thursday, September 13th, 2007

Há duas semanas postei sobre a história de uma moça aqui do trabalho que acha que o Dijkstra é um jornalista só porque a foto dele está pregada na minha baia (veja a história completa).

Depois disso recebi uma meia dúzia de mensagens de pessoas interessadas em aderir ao “movimento” Dijkstra is Watching!

Dijkstra na minha baia

Eis a filosofia por trás disso tudo:

Este mesmo “pôster” está pregado em várias baias do pessoal da minha equipe de desenvolvimento porque Dijkstra era um cara extremamente intolerante com idiotices e colocá-lo “olhando” para os nossos monitores é um estímulo psicológico para que não cometamos nenhuma barbaridade enquanto estamos programando, sob pena de ridicularização e humilhação em praça pública.

Baixe o pôster (em PDF), imprima e coloque na sua baia também!

Créditos para o Phillip Calçado, designer do pôster e criador do clã.

Dijkstra, um grande jornalista

Monday, August 27th, 2007

Uma das moças da limpeza aqui da Globo.com cisma que eu sou jornalista! Não é todo mundo que trabalha na Globo que escreve no jornal, mas isso eu já desistí de tentar explicar.

Continuando a história, na minha baia tem uma daquelas piadinhas que só nerds entendem. Trata-se de uma foto do Edsger Dijkstra com o texto “Dijkstra is watching” (veja abaixo). Este mesmo “pôster” está pregado em várias baias do pessoal da minha equipe de desenvolvimento porque Dijkstra era um cara extremamente intolerante com idiotices e colocá-lo “olhando” para os nossos monitores é um estímulo psicológico para que não cometamos nenhuma barbaridade enquanto estamos programando, sob pena de ridicularização e humilhação em praça pública.

Dijkstra na minha baia

Obviamente nada disso faz sentido para a maioria das pessoas… Mas eu acho engraçado, além de filosófico.

Um dia desses essa moça da limpeza resolveu me perguntar quem era aquele cara que merecia estar pregado em tantas baias, e eu para não complicar muito resolví dizer que ele era o cara que “inventou” o que nós fazíamos aqui. Como ela não sabe que nós aqui na equipe desenvolvemos software, ela ficou achando que o cara também era um jornalista!

Na semana seguinte um dos meus amigos aqui da equipe veio contar que quando ele chegou uma moça da limpeza estava pregando o Dijkstra na baia dele novamente. Ele de curiosidade resolveu perguntar porque ela tinha tirado e a moça respondeu: “é porque o outro menino aqui falou que ele é muito famoso porque inventou o jornalismo, por isso tô tirando uma cópia pra levar pra uma outra conhecida minha que também é jornalista porque ela vai gostar muito“.

Se você vir algum jornalista com uma foto do Dijkstra andando por aí, já sabe o que aconteceu…

Ambiente descontraído 101: mapeamento de mesa

Tuesday, August 7th, 2007

O Toninho inventou a brincadeira mais legal dos últimos tempos: mapeamento de mesa! Trata-se de mapear as “curiosidades” das mesas dos sujeitos e tudo mais que está em volta.

Veja o mapeamento da minha mesa e o mapeamento da mesa do Phillip Calçado pra entender essa doideira!

Quem vê isso acha que nós somos um bando de vagabundos mas a verdade é que o ambiente de trabalho descontraído aqui da nossa empresa colabora muito com a produtividade das pessoas. Agora eu vou jogar um pouco de Wii. Haha!

Being Agile is our favourite thing

Thursday, August 2nd, 2007

Acabei de receber um e-mail do Carlos Villela com um vídeo muito bom da ThoughtWorks, empresa onde ele trabalha.

Não entendí muito bem se isso é um comercial (parece) ou se é só um vídeo aleatório. O caso é que eles pra variar mandaram muito bem e produziram o vídeo tosco mais legal dos últimos tempos, além de ser extremamente educativo! Confira e preste atenção na profundidade das palavras:

Asshole-Driven Development

Thursday, June 21st, 2007

Isso mesmo: desenvolvimento guiado por idiotas.

Scott Berkun, autor do livro The Myths of Innovation (que está na minha fila de livros para ler) escreveu um post muito bem humorado no seu blog, entitulado Asshole-Driven Development. Ele descreve várias “metodologias” de desenvolvimento de software amplamente utilizadas em várias empresas (pelo visto não só no Brasil).

A metodologia que eu mais gostei foi essa:

Asshole Driven development (ADD) – Any team where the biggest jerk makes all the big decisions is asshole driven development. All wisdom, logic or process goes out the window when Mr. Asshole is in the room, doing whatever idiotic, selfish thing he thinks is best. There may rules and processes, but Mr. A breaks them and people follow anyway.