Perfil de um líder técnico

No mês passado eu havia escrito sobre como eu acredito que um Scrum Master deve atuar em um projeto de software, e o Phillip complementou em seguida com mais alguns pontos, não se restringindo apenas a Scrum Masters mas líderes de processos ágeis em geral.

O Patrick Kua postou agora há pouco sobre o que ele acredita que sejam algumas das responsabilidades de um líder técnico e colocou um link para um “Tech Lead Manifesto” escrito por Sam Newman em 2006:

A Tech Lead Should…

  • Ensure the creation of a clear and consistent technical vision for the project which can best result in a successful project
  • Ensure all members of the team have a proper understanding of the technical vision
  • Ensure that the technical vision updates to reflect new requirements
  • Track and resolve issues where the code deviates from the technical vision
  • Create an environment in which all members of the team can contribute towards the technical vision
  • Understand and address skills gaps in the team which would result in difficulties implementing the technical vision

A Tech Lead Should Not…

  • Tell everyone what to do
  • Necessarily be the best at everything
  • Write no code
  • Write all the hard code

Esse manifesto resume muito bem algumas características altamente desejáveis para líderes de times de desenvolvimento de software e é totalmente aderente a todas as metodologias ágeis, incluindo o Scrum.

Fica como complemento para a discussão anterior.

Tags: , , , , ,

5 Responses to “Perfil de um líder técnico”

  1. hahahhaha :) quer porque quer né?

    “A Tech Lead Should Not…
    Write no code”

    Por mim não haveria problema :P

  2. Tiago, eu acho que um líder técnico deve sim escrever código. É a melhor maneira de perceber as implicações das escolhas feitas e também de guiar o time quando preciso em questões mais complicadas.

    O que eu realmente me esforço para evitar como líder técnico aqui é “tell everyone what to do”. A maior parte do tempo eu apenas tento devolver as perguntas com outras perguntas que direcionem para uma solução adequada.

    Guilherme, valeu pelas referências.

    Abraço…

  3. Tetsuo says:

    “A Tech Lead Should Not… Write NO code”
    Creio que isto seja uma dupla negação, e quer dizer que um líder técnico DEVE escrever código. Se fosse para dizer que ele não deveria codificar, seria assim:
    “A Tech Lead Should Not… Write code” ou
    “A Tech Lead Should Not… Write any code”

    Tanto que o outro item que envolve código não tem um ‘no’, dizendo que um líder técnico NÃO deve escrever todo o código difícil:
    “A Tech Lead Should Not Write all the hard code”

  4. Tetsuo,

    É isso mesmo, é uma dupla negação. A idéia é que o líder técnico não deve se afastar completamente da codificação, mas também ele não deve ser o cara que faz TODOS os códigos mais complexos.

    [ ]s, gc

  5. Essa de codificar as partes mais difíceis é realmente uma tendência natural e fere indiretamente uma coisa que gosto muito em XP que é Collective Code Ownership (http://www.extremeprogramming.org/rules/collective.html). Eu digo indiretamente, pois ninguém estará proibído de mecher no código, mas inibido, pois fica parecendo que somente o “Jedi Master” sabe e pode mecher nos tais códigos.

    Valeu pela referência. Gostei do manifesto !!!

Leave a Reply