Para que você vai usar isso?

Quando você se reune com seus usuários para definir um sistema é muito comum que alguém apareça com requisitos que não fazem o menor sentido e que não agregam o menor valor para o software.

Uma vez fazendo levantamento para o desenvolvimento de um sistema alguém me pediu para mostrar em algum lugar da tela a quantidade de pessoas logadas. Tá, eu confesso que era uma coisa relativamente simples de ser feita. O que acontece é que no meio de tantas coisas realmente importantes fazer aquilo me parecia completamente estúpido e inútil.

Então, tentando espremer o usuário, fiz aquela pergunta clássica: “e para que você vai usar isso?”. Normalmente o cara responde alguma coisa vazia como: “eu preciso saber quantas pessoas tem logadas no sistema para ver se tem um número bom de pessoas trabalhando”. E você fica sem saber o que responder e acaba aceitando.

Segundo Scott Bellware, uma forma eficiente de resolver este problema é perguntar para o usuário da forma correta. Ele escreveu um post no Code Better sobre como utilizar uma abordagem de behaviour-driven development para discutir funcionalidades de um sistema.

Neste caso, eu poderia ter perguntado para o usuário: “você poderia me descrever uma história com este requisito?”. Desta forma eu faria com que o usuário percebesse que nenhuma situação de uso real do sistema iria requerer que tal funcionalidade existisse. Na verdade este é o benefício principal de Behaviour-Driven Development. A idéia é que pensando na forma como o software irá se comportar você consegue perceber com mais clareza qual é o comportamento realmente necessário e não o que você imagina que seja necessário.

Desenvolver um sistema a partir de um comportamento necessário faz com que você desenvolva software que atende aos usuários. Já desenvolver um sistema a partir um dado que deverá ser apresentado pode fazer com que você desenvolva software inútil sem se preocupar ou entender o que realmente importa.

Parte da nossa missão trabalhando com desenvolvimento de software é guiar o usuário e fazê-lo entender o que ele realmente precisa, não o que ele acha que quer ou acha que precisa.

Tags: , , ,

No Responses to “Para que você vai usar isso?”

  1. Carlos Alexandre says:

    Bem dito!

Leave a Reply